Carolina, a escritora do Brasil


“Uma revolução chamada Carolina” é o nosso ciclo de debates em homenagem a Carolina Maria de Jesus e sua escrita atemporal. As mesas estão rolando desde Maio: todas as terças, às 19h, no YouTube e Facebook da Flup!

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A nossa próxima conversa está ligada à ressignificação da imagem e memória de Carolina. “Carolina, a escritora do Brasil” discutirá a sua relevância como narradora para o país e sua importância para as mulheres negras. Os palestrantes Tom Farias e Fernanda Miranda, estudiosos de Carolina Maria de Jesus, fazem parte dessa geração de intelectuais negros que desejam tornar sua figura mais acessível.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A pesquisa de personagens negros que marcaram a história do Brasil sempre foi feita por pessoas brancas, e estas figuras tratadas como mero objeto de estudo. Por isso, as pessoas negras que ocuparam a Academia têm sido um ponto chave de mudança nesse cenário: elas reconhecem a necessidade de retratar Carolina como escritora e intelectual negra, e não apenas pela figura social da mulher preta que morava na favela.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Nosso grandioso encontro está marcado para o dia 07 de Julho, às 19h!

Avisa pra geral 🗣🖤

99 visualizações

© 2020  FLUP-Festa Literária das Periferias